• Domina

Encontro à noite no cinema

Atualizado: 22 de jun. de 2021

Eu tinha dúvida se aquele era um encontro de amigos, nossas conversas, sintonia, uma vontade doida de estar com ele.

Dias antes, eu havia sentido o toque do seu abraço me causar uma sensação diferente, numa dança, um movimento mais firme, me arrepiou!

O corpo fala, mas às vezes ele grita!


Aquele convite para o cinema me empolgou!

Meu corpo pulsava de desejo, uma forte atração, sem sentido e razão, tudo tão inesperado, mas gostoso e empolgante.

Lembrava de cada toque e por mais simples que fossem o que eles me causavam era uma curiosidade gigante, impossível controlar o que eu sentia, nem essa era minha intenção, mas a pergunta que ficava era: qual a pegada desse homem?

Eu estava indo, curiosa, empolgada e me lembro de vê-lo e o coração acelerar, aquela sensação já me dizia: esse encontro não é de amigos, não para mim pelo menos.


O desejo intenso, perdida nos pensamentos, tentando prestar atenção no filme, o tocava com ar de sem querer, mas, na verdade, eu já não conseguia me conter, mas minha intuição me dizia para esperar e apenas deixá-lo ir até aonde ele quisesse.

Suas mãos grandes acariciando minhas pernas, deslizando devagar próxima do meu joelho, subiam e desciam, me faziam querer que elas subissem em direção das minhas coxas, aquele toque macio, aquelas mãos, imaginava o toque na minha buceta.


Eu tentava prestar atenção no filme, por vezes nossos olhares se cruzavam, nós sorríamos, falávamos qualquer coisa, e aquilo tudo me envolvia ainda mais.

Sua voz, como magia me atraia. Calma para me entregar, mas o meu corpo acelerado e excitado pedia o toque, como pode eu querer tanto esse homem!

“Sobe com suas mãos para minha coxa”, era meu desejo, não conseguia pensar em outra coisa, sinto o coração acelerado, que vontade de o agarrar!


Como um vento forte, me percebi no beijo dele, os lábios molhados, me derretiam e me envolviam num desejo intenso, beijo com paixão, meu corpo se aproximava cada vez mais do dele, beijos lentos me acordavam e me faziam ver meu desejo arder, minha buceta molhada, o tesão fazia o beijo ficar mais forte. Que pegada boa!

Beijo forte, excitada, me esfrego no corpo dele para sentir seu pau duro, suas mãos percorrendo meu corpo, já muito excitada! Beijo o pescoço e dou uma mordida em sua orelha, quero foder com você!

Ele acaricia e puxa meus cabelos, sussurra no meu ouvido que quer me ter, sua respiração ofegante, aperto contra meu corpo, louca para estar nua e senti-lo em mim. Me aperta contra teu corpo me segurando pela cintura.


Te quero agora! Me fode!



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo